CRESCE PROCURA POR INTERCÂMBIO COMO DIFERENCIAL PARA FORMAÇÃO

O número de estudantes que buscam o intercâmbio como um diferencial na formação e, posteriormente, para concorrerem a melhores postos no mercado de trabalho mais que dobrou em 2017, em relação ao ano passado, na Unijorge: 19 alunos este ano contra 8 no ano anterior. Mateus Araujo, estudante do 6º período de Engenharia, está pronto para cursar um semestre na Universidade do Porto, em Portugal. “Terei acesso a matérias que não existem na grade curricular brasileira, como Obras Subterrâneas, e me formar com um diferencial em relação a outros profissionais da área”, conta.

Saiba mais clicando aqui